Grupo Ariel

 Nestes trinta anos de bênçãos e graças, o Senhor Jesus, pela força do Espírito Santo, se fez presente a cada reunião de nosso grupo, suscitou vocações sacerdotais e religiosas; transformou muitos jovens, homens e mulheres; levantou os caídos e consolou os aflitos. Muitas curas e libertações o Senhor realizou através daqueles que disseram SIM ao seu projeto, e hoje estamos aqui para agradecer:

– Em primeiro lugar a Deus Pai, autor desta obra para nossa salvação;

– Ao primeiro pároco de nossa comunidade, hoje Bispo da Diocese de Nova Friburgo/RJ, Dom Edney Gouvêa Matoso que confiou na unção de Deus existente no Grupo;

– Ao querido, eterno irmão, pastor e amigo Dom Nelson Francelino, hoje bispo da Diocese de Valença/RJ, que mesmo à distância sempre se fez presente com as suas orações e intercessão;

– Ao querido Pe. Alan Dias, hoje nosso Pároco, que com muito carinho e atenção tem nos acompanhado e apoiado demonstrando sempre o seu cuidado do pastor;

– Ao querido irmão Diácono “Só Alegria!!” José Carlos, um grande presente de Deus em nossas reuniões todas às terças, partilhando com todos o seu carinho mas principalmente a Alegria de quem já conhece a Jesus;

– A querida irmã e fundadora Clarinha que a cada dia que passa transborda a verdadeira alegria do Espírito Santo e o testemunho de quem vive aquilo que proclama;

– A querida irmã e coordenadora atual do Vicariato JPA da RCC, Rosane Alecrim que juntamente com toda a equipe vicarial sempre se colocam ao serviço da evangelização através de nosso grupo de oração;

–  Às Comunidades irmãs Bom Pastor (João e Doris) e Maranathá (Martins e Marina) que tanto nos inspiraram e ajudaram nesta obra;

– Ao querido irmão e intercessor e, em breve mais um Santo de nossa igreja, Guido Schaffer que com suas pregações no grupo de oração e testemunho de vida comprometida com o Evangelho, tocou muitos corações convertidos à vida nova no Espírito Santo;

– Ao querido irmão e atual coordenador Marcondes e sua amada Sandrinha, aos irmãos das equipes de acolhida, serviço, música, intercessão e núcleo que caminham juntos e acreditam que esta é verdadeiramente uma obra de Deus, e que pegaram no arado e não olharam mais para trás;

– Aos nossos irmãos desta comunidade de São Marcos incluindo todas as pastorais e movimentos e todos os seus paroquianos agradecemos o apoio e a unidade;

 “ Pois, que é Apolo?  E que é Paulo? Simples servos, por cujo intermédio abraçastes a fé, e isto conforme a medida que o Senhor repartiu a cada um deles: eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fez crescer. Assim, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas só Deus que faz crescer. ” (1 Cor 3, 5-7)